Filme: Mogli, O Menino Lobo

Oi, tudo bem?

Hoje vim resenhar um filme que já estreou há um tempinho, Mogli, O Menino Lobo narra a história de um garotinho criado por uma família de lobos no meio de um floresta.

dfb293f869f08bed304b8106ac70e8d6

Foto: Pinterest

A história já é antiga, desenhos e filmes já contaram, mas esse é mais especial, a fotográfica é muito bonita, deixa a dúvida do que é real ou computação.

Sobre o filme, ele é envolvente, o enrendo já sabemos, Shere Khan ( o tigre) diz que não quer mais o menino por la. Então junto com Bagheera vão em busca da aldeia, passam por situações engraçadas, tensas.

No meio do caminho, Mogli conhece Baloo, um urso nada comum, preguiçoso, que adora um mel. Juntos eles embarcam em uma aventura.

939d03cfbc6f349aa423350cf3d00b8c

Gif: Pinterest

Mais adiante, junto com Bagheera, enfrentam desafios, raptos de macacos, até chegar na aldeia.

”Eu uso o necessário
Somente o necessário
O extraordinário é demais

Eu  digo necessário
Somente o necessário
Por isso é que essa vida eu vivo em paz” (8)

Mogli percebe o que tem que fazer para libertar a floresta das garras malvadas de Shere Khan.

Eu adorei o filme, é muito bonito como um todo, a histórias, as imagens, tudo!!

Vale super a pena ver!!

Anúncios

Filme: Zootopia

Oi, tudo bem?

Hoje vim falar um pouco sobre esse filme da Disney, o Zootopia, que se passa em uma cidade dividida por habitat,  tundra, deserto, floresta tropical… E por aí vai.

8a8fd78b1d1d1fe6ccb5bb5434a4bbe2

Foto: Pinterest

No começo do filme somos apresentados a Judy Hopps, uma coelhinha fofa que quando criança tinha o sonho de ser policial, todos aos seus redor dizem que ela nunca irá conseguir, pois até então não houve um coelho na profissão. Ela treina por um bom tempo. na primeira tentativa ela não consegue entrar para a corporação.

Em seu primeiro dia, é designada para ser guarda de transito, durante uma ronda, ela conhece o pilantra Nick Wilde, uma raposa esperta.

 

Judy quer passar para outro posto, consegue uma oportunidade e então batalha para solucionar o caso. Nick tem informações que ela precisa, e a troco de ela não prender ele por seus crimes ficais, resolve apoiar.

O filme é bem legal, a história é interessante, foge do obvio de um filme infantil com um casal de namorados no fim. Mostra uma fase complicada na vida das pessoas, que é a escolha da profissão, pois enquanto criança os pais apoiam, e quando crescem, o apoio não é tão presente.

Outro ponto, é a amizade e a julgamento, Nick, quando criança estava no grupo de escoteiro porém foi banido por ser uma raposa, e tal animal visto naquela sociedade, é astuto e mentiroso. Desde então, ele passa a ser uma pessoa não tem legal.

Super recomendo o filme!!

Por hoje é isso.

Boa semana <3

Resenha: About time

Oi, tudo bem?

Hoje vou falar um pouquinho sobre um filme que vi esse final de semana, About Time, ou Questão de Tempo, foi lançado em 2013,conta a história de Tim, um cara meio nerd, que ao completar 21 anos, recebe uma notícia inusitada do seu pai, que os homens da família podem viajar para o passado, indo em algum lugar escuro, pensar quando e onde deseja ir.

hbjklk,

Foto: Pinterest

Confesso que achei muito estranho hahah.

A vida é uma caixa de surpresas, não importa quem você é.

Tim, usa essa ajuda para tentar conseguir uma namorada, certo momento conhece Mary na saída de um restaurante, quando ele chega em casa, seu roomie havia fracassado em uma peça. Então Tim resolve voltar para corrigir o erro que houve, porém quando ele reencontra Mary, ela não lembra mais dele, podemos imaginar o que acontece, ele tenta a todo custo encontrar ela.

Ninguém pode te preparar para o amor e para o medo.

Depois que ele consegue conquistar e namorar ela, começar a viver a vida a dois, Kitkat, a irmão de Tim, é uma alcoólatra, e ele tenta voltar no tempo para concertar isso, porém faz um pequena bagunça.

O que eu achei do filme: o começo até a metade é realmente legal, a busca que ele faz para conquistar Mary . A trilha sonora, fotografia, as cenas, os atores, são impecáveis.  Só que na metade do filme eles se perdem um pouco, não chega a ser ruim, porém eu não esperava isso do filme. O pai de Tim adoece, e ele volta no tempo para um último adeus. E o casal vai tendo filhos e mais filhos, e parece que eles tem, só por ter.

De um modo geral, o filme é legal, é divertido ( no começo), achei que falto algo a mais para prender a atenção. As mensagens legais, uma das mais presentes é que tem algumas coisas, que ficam melhores lá no passado mesmo.

Por hoje é isso, até mais <3

 

Resenha: Batman vs Superman

Oi, tudo bem com?

Domingo fui ao cinema ver Batman vs Superman, não criei expectativas, nem o trailer eu vi.

c40f1a1d39dec868e1c0034459d5188b

Foto: Pinterest

Bom, é difícil falar, sabe quando depois de ver algo não da para definir o sentimento? É mais ou menos isso.

Eu não sou conhecedora de gibis, das histórias e afins, acredito que muitas pessoas que foram ver também não são. Meu pai adora gibi, e teve um ponto de vista completamente diferente do meu.

O filme tem alguns flashs no começo  (no meio também), que deixam meio confuso. Vimos como os pais do Batman são assinados, e QUE CENA , incrível, as câmeras, a trilha sonora, iluminação, tudo!!

Depois de uns trinta minutos é que começa o filme mesmo, aparece Lex Luthor ainda com cabelos e no fim,  sua prisão. O filme é meio dividido entre cenas com Batman e Superman, até onde a história faz os dois se encontrarem, e lutarem.

No clímax, foi um tanto ‘não tão como imaginávamos’, o pessoal que tava no cinema riu até nessa parte.

De um modo geral, achei o filme excessivamente longo, duas horas e meia no total. O enredo tinha história, mas não justifica tantos minutos. Há umas partes sem nexo (parece que vão fazer sentindo em A Liga da Justiça), que deixam um pouco perdido quem está vendo.

A arte do filme está incrível, achei um pouco estranho ver o Ben Affleck como Batman, estando acostumada  a ver ele em filmes mais leves, porém sua atuação foi genial.

Por hoje é isso, até mais <3

Resenha: Deadpool

Oi, tudo bem?

Esse final de semana foi dia de cinema, a principio iriamos ver O Regresso, porém a sala estava sem ar concionado e a seção foi cancela. Tinha Deadpool passando, resolvemos ver esse.

f877e8e2-1c1b-4fb2-aa84-8cd42ea9060f.jpg

A história começa com uma briga, onde o DP quer matar uma pessoa que fez algo com ele. Acontece vários flashback  entre a vida dele de anti herói  e antes como mercenário, nas andanças em bares, ele conheceu Vanessa, começaram a se envolver e namorando. Depois do pedido de casamento, Wade ( futuro Deadpool), descobre que está com câncer terminal. Acaba indo para uma espécie de laboratório onde é submetido a situações de estress para ‘ativar’ seus poderes depois de injetado algumas substancias no corpo. Porém quando esse período terminou,  sua pele está totalmente deformada, então começa uma perseguição para pegar o homem que fez isso com ele.

O filme é legal, tem váriaas piadas envolvendo o elenco, os atores entre outras coisas, gostei muito disso, não fica algo muito ‘roteirizado’. A trilha sonora casa perfeitamente com as situações. Na metade para o fim do filme, entra dois X-Men, que ajudam ele nessa saga. Algo que me incomodou um pouco foi o fato de ter muito palavrões e afins, mas é uma das marcas do personagem, então…

É um filme de ‘super-heroi’, você vê o começo do filme já sabendo o fim, o decorrer do enredo é um pouco diferente dos filmes do gênero, rende boas risadas com certeza.

Por enquanto é isso.

Até mais <3

Livros Para o Carnaval

Oi, tudo bem?

Eu não curto muito essa época do ano de carnaval, não tem muitas coisas para fazer, as ruas lotadas de pessoas, shopping também. Ir pular carnaval, nem pensar, muito barulho, muito movimento, e até hoje não entendi o sentido. As vezes me sinto uma velha ranzinza que não gosta de bagunça hehe. Resolvi fazer um post com alguns livros e outras coisas pra ajudar a passar o tédio nesses dias.

20160208_125336.jpg

Que tal aproveitar o feriado para conhecer uma escritora brasileira? A Paula Pimenta tem ótimos livros, Princesa Adormecida é um deles. Super leve, fácil de ler, contagia, a cada capítulo da vontade de saber mais da história. Releitura de Bela Adormecida, coloca a história nos dias atuais. Com uma mensagem legal, o livro também nos apresenta como a exposição na internet pode afetar a vida.

Imagina acordar um dia  e descobrir que o mundo que você achava que era real nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção […]

20160208_125315.jpg

Outro livro super leve, é Anexos, da Rainbow Rowell. Romance alegre que começa em um escritório. A história é envolvente e muito inesperada. Uma boa opção de leitura para relaxar. Como a vida da voltas e voltas, e nos deixa em lugares com pessoas que jamais pensávamos. Lincoln tem um emprego onde tem que ler e-mails das pessoas, para ver se há algo de errado, porém com os e-mails de Beth e Jennifier, ele dá boas risadas. E acaba, sem perceber, envolvido com uma das moças. Talvez seja algo platônico, ou não… É aquele livro que deixa com coração na mão e ansiedade a mil para ver o que vai dar.

20160208_125351.jpg

Mas se você prefere uma história para ler e encaixar as peças, E Não Sobrou Nenhum da Agatha Christie é o livro certo. O enredo se passa me uma ilha onde não há nada além de uma casa. Dez pessoas foram levadas para uma festa nessa ilha, mas não é isso que acaba acontecendo. Trama ótima de ler, sem furos na durante as capítulos, faz pensar quem é o responsável pelas mortes, e um final surpreendente.

Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move;

Um deles se engasgou, e então sobraram nove.

Nove soldadinhos acordados até tarde, mas nenhum está afoito;

Um deles dormiu de mais, então sobraram oito.

[…]

20160208_125328.jpg

Outra dica, é As vantagens de ser invisível , um drama que conta a história de Charlie, um garoto com alguns problemas mentais, que faz novos amigos, e com eles vai descobrindo como a vida pode ser e incrivelmente amarga. Contado através de cartas. o enredo contagia, emociona e claro, um final emocionante.

Manter-se à margem oferece uma única e passiva perspectiva. Mas de uma hora para outra sempre chega o momento de encarar a vida do centro dos holofotes. A luta entra apatia e entusiamo marca o fim da adolescência de Charlie nesta história divertida e ao mesmo tempo instigante.

20160208_125522.jpg

Para filmes, eu indico a trilogia De volta para o Futuro ( disponível no Netflix), um clássico de viagens no tempo, é engraçado, contagiante. Marty Mcfly é um garoto super atrapalhado, amigo do Dr. Brown, embarca em uma aventurar através de épocas. E para série, indico Friends, sei que é antigo e tudo mais, mas é tão bom (também disponível no Netflix). Conta a história de seis amigos, morando em Nova Iorque, e as encrencas que se metem. Há ep muito alegres. poucos triste. É uma séria gostosa de ver nesses dias mais largados, que só queremos relaxar e ver algo não complicado.

Nesse tempo vago, é legal fazer projetos de DIY, ficar olhando inspirações no Pinterest, vendo vídeos, dormindo <3

Espero que tenham gostado, e que esse tédio passe loogo.

Bom feriado, até mais <3

Resenha: The Peanuts Movie

OI, tudo bem com vocês?

Essa semana foi dia de ir ao cinema ver o tão esperado filme do Snoopy e sua turma.

O enredo é bem legal, e mescla cenas da turma e do Snoopy em uma aventura com sua casa voadora contra o Barão Vermelho.

Nas cenas com a turma, o enredo começa mostrando o que estava acontecendo de errado na vida do Charlie, que não conseguia soltar pipa, fazendo cupcakes e tantas coisas que aconteciam de ruim na vida dele. O dia dele começa a mudar, quando uma garotinha ruiva chega na vizinhança e mexe com o coração do ‘Mendoim’. Dentre tantas tentativas de falar com ela, onde nenhuma da certo, o momento da aproximação chega quando em um trabalho de escola os dois formam uma dupla. A história começa a se desenrolar, e no fim, por alguns segundos,  Charlie consegue criar coragem e falar com ela.

Eu gostei  bastante dessas cenas, onde são voltadas para a turma, os personagens são muito fofos, fiéis as tirinhas em quadrinhos, as personalidades também são condizentes as originais.

O que mescla com essas cenas, são as do Snoopy perseguindo um avião, eu não gostei muito dessas partes. ficaram longas, cansativas, e sem ter uma moral no final, ficou parecendo que quando criaram o filme só com a parte da turma e ficou muito curto, então encheram linguiça com essas cenas. Para as crianças funcionou muito bem, chama a atenção, é colorido e fofo. Mas para quem gosto mais de enredo, ficou um pouco sem harmonia e muito enrolado.

Minha visão geral do filme: as partes que aparecem a turma, contando a história em si, eu gostei muito mesmo, é cativante e gostoso ver algo dos quadrinhos indo para os cinemas. Outra coisa que eu curti muito, foi a presença do Woodstock!!Porém das cenas do Snoopy perseguindo o Barão Vermelho, já não gostei tanto, ficou parecendo que era só pro filme ficar um pouco mais longo.

PS- Eu gosto do Snoopy, só não gostei dessas partes por estarem fora do contexto.

E vocês, já viram o filme? O que acharam?

Por hoje é isso.

Até mais <3

 

Resenha: O Bom Dinossauro

9a8f8a7c-a0bc-4d8a-9d9d-27fc182a516f

OI, tudo bem?

Ontem foi dia de ir ao cinema para ver O Bom Dinossauro, uma animação da Disney que conta a história de Arlo, um dinossauro criança verde-fofo que é um diferente de seus irmãos, um pouco estabanado e medroso, vive fugindo das galinhas que há na fazenda onde mora.

Por conta do medo, Arlo não consegue cumprir corretamente suas tarefas o que deixa seus pais frustados. O inverno está chegando e a reserva de milho vai sumindo devido algum ‘bicho’ que ronda a fazenda, foi designado para Arlo a missão de matar essa criatura, quando chega a hora, o medo vence o pequeno dinossauro.

Seu pai fica bravo com tal atitude, e eles saem em busca para pegar a criatura, o que muda completamente o destino dessa família de dinossauros.

Se eu falar mais sobre a história, haverá spoilers, então vou falar sobre o que eu achei do filme, a animação é muito bem feita, o 3D da um efeito muito legal em várias cenas e muitaaa vontade de abraçar os personagens. A trilha sonora combina muito com os momentos do filme, a ideia de ter dinossauros no lugar de humanos foi criativa, eles tem as mesmas atividades que o uma comunidade rural teria há muito tempo atrás. Gosto muito de filmes que supõe uma realidade alternativa, no caso, se os dinossauros não tivessem morridos.

A mensagem que o filme passa é importante, se encaixa bem atualmente, para as crianças talvez seja um pouco difícil entender mas vale a pena elas verem, há cenas divertidíssimas.

Eu super recomendo o filme!!!

Por hoje é isso.

<3

 

Resenha: Psicose

OI, tudo bem?

Hoje vou falar de um filme que eu estava querendo ver há um tempo.

621534cde5f0b4bc518e6235c38243b3

Marion Crane

Psicose é um filme que foi lançado em 1960, e o diretor  é o ‘Mestre dos Filmes de Suspense’, Alfred Hitchcock. A história começa com Mary Crane, ela resolve fugir depois te ter roubada 40 mil dólares para ajudar seu namorado, no meio da viagem, decide parar no Bates Motel que fica na estrada.

Bates Motel

Bates Motel

Ela é atendida pelo tímido e estranho Norman Bates, que fica obcecado pela moça. Após um leite com sanduíche, Mary vai tomar um banho, porém a mãe do homem irritada com a situação decide dar um basta ( e nessa hora há uma das mais clássicas cenas e trilha sonora do cinema <3).

cf6eac5df03c495e630010db8be24717

Essa cena

É possível falar do enredo até aqui, se não os spoilers serão muitos, mas posso dizer que esse filme é incrível, é um suspense que prende atenção, e não aquele que deixa com medo, deixa com vontade de quero mais ( e tem!! ), a história prende a atenção, e deixa quem ta vendo com a questão ” Norman é culpado ou não?”.

4488f0f3ec35792e180b291d819ed0f9                                                           Norman Bates

O final do filme é ótimo, a ultima cena é de arrepiar. Eu não gosto muito de suspense/terror, mas esse filme é com certeza uma exceção, minha próxima compra literária vai ser o livro que inspirou o filme.

Algumas Curiosidades:

♠ Hitchcock comprou anonimamente os direitos do livro de Robert Blochque deu origem ao roteiro do filme; ele pagou onze mil dólares e depois comprou todas as cópias disponíveis para que ninguém o lesse e, consequentemente, seu final não fosse revelado;

♠ O sangue que aparece no banheiro na verdade é chocolate;

♠ Foi o primeiro filme norte-americano a mostrar um banheiro;

♠ As pessoas que participaram do filme (atores, produtores,…) tiveram que prometer não revelar nada importante sobre o enredo.

4a0184265e6a7954b8a75f372b392270                                                             Psycho

Por hoje é isso, se vocês já viram ou querem ver, deixe nos comentários.

<3