Resenha: Tudo e Todas as Coisas

Oie, tudo bem com vocês?

Hoje vim postar uma resenha, depois de um tempinho hehe Peço desculpas, mas é que com a correria do dia-a-dia acaba não sobrando um tempinho.

O livro que vim falar é Tudo e Todas as Coisas, escrito pela Nicola Yoon, publicado pela editora Conceito. Conta a história de  Madeline Whittier, uma adolescente que tem alergia ao mundo, nunca saiu de casa, passou seus 18 anos com livros, internet e jogos com a mãe.

20170502_165724

20170502_170105

20170502_165746

Seus dias sempre são iguais, estudar com tutores via internet, ler muitos livros, e as vezes, reler de traz para a frente, jantares temáticos com sua mãe e a sua enfermeira. Quando novinha, seu pai e se irmão faleceram em um acidente, desde então, passou ser ela e sua mãe.

O vazio – Um universo  que pode ser criado em um piscar de olhos também pode ser destruído com o mesmo movimento

Sua vida começa a mudar, quando uma nova família muda-se para a casa ao lado, Mad fica observando, e vê que tem um rapaz  junto, Olly. Ele e sua irmã, tentam contato com a família de Mad, porém, sem sucesso.

20170502_165826

Olly fica intrigado, e tenta conversar com Mad escrevendo na janela do seu quarto. Os dois começam a trocar mensagens, e logo estão amigos. Mas mal sabem eles, que tudo está para mudar.

20170502_170021

Minha doença é tão rara quando famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa – nunca saí em toda a minha vida. As únicas pessoas com quem convivo são minha mãe e minha enfermeira, Carla.

Estava acostumada com minha vida até o dia em que ele chegou. Pela janela, olho para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e veste preto da cabeça aos pés. Seus olhos são azuis como o oceano.

Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E quase certo que será um desastre.

O livro possui os capítulos bem curtinhos, uma leitura leve e gostosa.  Os personagens são interessantes, a mãe da Mad, um tanto depressiva e controladora. Mad, um pouco egoísta, e Carla, uma mulher que sabe o que faz, cheia de si, que por sua vez, acaba sendo mais mãe, do que a biológica. E Olly, um garoto encantador, apesar dos seus problemas em casa, consegue ser gentil.

20170502_170003

A história fala um pouco da vida da Mad como está, a rotina, e como muda quando Olly chega. E que mudança.  Difícil acreditar no final que essa história tem! Gostei muito, bem criativo!! Acho que poderia ter sido melhor abordado alguns pontos, foi tipo ”jogar e sair correndo’ haha. Algumas partes no meio da história, lembram um pouco A Culpa é das Estrelas.

20170502_165931

A edição é bem bonita, nos desenhos da capa, tem referencias de algumas coisas da histórias, a mistura do fundo branco e o colorido, formou um contraste bem interessante.

O.ce.a.no – A parte infinita de si mesmo que nunca conheceu, mas sempre suspeitou que estava ali. [2015, Whittier]

Vale muito a pena ler o livro, quero ler a edição em inglês também, já que os capítulos são curtos e a linguagem utilizada é fácil.

Por hoje é isso, até mais <3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s