Resenha: Isla e o Final Feliz

Oi, tudo bem?

Hoje vim fazer uma resenha (quanto tempo que não escrevia uma hehe)

whatsapp-image-2016-11-24-at-10-40-22-am

Bom, Isla e o Final Feliz foi escrito por Stephanie Perkins, publicado no Brasil pela Intrínseca. Apesar de fazer parte de uma trilogia, os livros podem ser lidos separados.

Eu adorei essa capa, com tons de verde, letras brancas e no fundo, Nova Iorque!

A primeira frustração com esse livro, foi quando descobrir que ele faz parte de uma série, não há nenhuma informação na capa ou no corpo que fale sobre isso. Porém optei por ler mesmo assim.

Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano no SOAP, uma escolha americana em Paris

O livro começa com Isla em um café, após ter extraídos os sisos,  e tomado muitos analgésicos. Ela encontra Josh, um garoto que estuda com ela na escola em Paris. Ela sempre foi apaixonada por ela, porém nunca demonstrou isso a ele.

Conforme o livro vai passando, os dois começam a se aproximar e a namorar, e ela deixando o amigo e família de lado.

A maioria das história de amor não começa de forma grandiosa, com música romântica ao fundo e fogos de artificio no céu.

Outro personagem que aparece bastante, é o Kurt, um garoto autista que é o melhor amigo de Isla. Os dois foram criados quase como irmãos, e tem um amizade muito forte.

Não há muito o que falar do enredo, ele é previsível de mais. A história é muito bobinha, ambos são ricos, moram em Paris e Nova Iorque, tem tudo o que querem, e acham que podem fazer o que bem entender.

Quando eu vi o livro, pensei que aconteceria algo muito radical que separaria o casal, porém é tao besta (desculpem a palavra) que não dá para acreditar. É muito meloso dramático. Isla se transforma em uma personagem chata, egoísta, que não liga para os sentimentos alheios, pensa só nela e no namoro (e não no namorado), acho que a pior parte é como ela começa a tratar muito mal Kurt, ignora, fala coisas horrorosas .  Josh, por outro lado, é um bananão, acata tudo que ela fala.

O enredo se desenrola em base no relacionamento deles.

Enfim, acredito que quem goste de romance beeeeeeeeeeeeeem mamão com açúcar (muitoo muito), pode  gostar do livro. Eu gosto de romance desde que tenha mais que mostre as dificuldades, mostre ao redor do casal também, acredito que quem seja mais assim, não irá curtir tanto o livro.

Pessoalmente, gosto de livros que não sejam perfeitos, que os personagens seja mais reais, que passem por provações mesmo, problemas que poderiam acontecer na vida de qualquer um (e não da vida de um filho de um senador), onde a história poderia ocorrer com no mundo real. Nesse livro, a história não é isso, não me chamou tanto a atenção, é tudo tão irreal que perde a graça, imagina o sonho de morar em Nova Iorque e Paris! Qual a graça de ler sobre uma vida perfeita (?)

Bom, por hoje é isso.

Até mais <3

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha: Isla e o Final Feliz

  1. Monica T Maia disse:

    A graça, Yasmin, está no que você já sabe: somos todos imperfeitos e, quando descobrimos isso, ficamos mais inteiros e até mais felizes. A graça de viver é esse processo de deparar-se, enfrentar e superar obstáculos…

    Assim, peço a você, se puder, que dê uma olhadinha no meu primeiro romance, na Amazon: “Veias Tocadas do Tempo”. Gostaria imensamente que lesse e comentasse.

    O link é https://www.amazon.com.br/dp/B01N68PK7E/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1480103101

    Muito obrigada!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s