Resenha: Harry Potter and The Cursed Child

Oie, tudo bem com vocês?

Hoje vim fazer a resenha de The Cursed Child, a oitava história, dezenove anos depois.

SEM SPOILER

WhatsApp Image 2016-08-07 at 17.39.23

O livro é escrito em forma de roteiro da peça, a principio achei que seria algo incomodo, mas foi fácil e não atrapalhou. As acontecimentos são rápidos, no começo, em menos de 30 páginas, se passam quatro anos. As cenas também mudam muito.

Não há muitos detalhes quanto aos pensamentos dos personagens, descrição dos cenários, sobre as emoções. Eu não achei ruim, gostei dessa forma, faz que a imaginação faça essa parte.

É uma leitura rápida, apesar de ter 327 páginas, as letras são grandes, como o espaçamento.

Sobre o inglês ( a versão traduzida está prevista para dia 31 de outubro), eu fiz curso por um bom tempo ( mas não aluna exemplar), e foi tranquilo de entender o livro. Tem algumas palavras não tão comuns, mas o contexto leva a entender. A língua está de uma forma bem acessível. Se você está em dúvida, entre comprar ou não, deixo a dica de ir em alguma livraria ir folhear o livro.

E a história… Bem, eu achei um pouquinho fraca quando comparada aos livros. Porém é um peça, como iriam reproduzir algo como a Batalha de Hogwarts em um palco de teatro. No quesito enredo, para mim, não deixou a desejar, os escritores fizeram ótima ligações entre um acontecimento e outro.

No começo conhecemos Scorpius (filho de Malfoy) e Albus (filho de Harry), ambos são amigos e estão a caminho da escolha, acompanhado dos seus pais. Eles são diferentes dos seus pais, Scorpius é um menino solitário, um tanto medroso, e sofre por ser filho de um Malfoy (há um rumor que envolve ele, e Voldmort). Já Albus, é um menino um pouco rebelde, não gosta de ser lembrando de quem é seu pai…

No livro, Harry está um pouco diferente de como ele é na série original, um tanto desleixado, mal humorado e um pai um tanto restritivo. Há coisas que nunca mudam, como as personalidade de Hermione, Rony, e tantos outros personagens que aparecem na peça.

O decorre da história é interessante, eles usam Vira Tempo, podemos conhecer alguns acontecimentos que não foram muito explicados em outros livros (só que não espere muito disso).

O (a) vilão, é meio fraco, no quesito de construção de personagem, mas quando vem uma revelação, deixa o queixo caído!!!! Jamais esperava algo desse tipo.

De uma forma geral, o livro é muito bom, principalmente pra PotterHead, é emocionante ler cada palavra, cada acontecimento, ter a chance de mais um história em mãos.

Vale muito a pena ler!!

Por hoje é isso!

Até mais <3

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: Harry Potter and The Cursed Child

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s