Ao redor

6ca328f99ba3562f8f08618e00bba0e9.jpg

Foto: Pinterest

Quantas vezes olhamos em nossa volta e pensamos quantas pessoas então por ali. As vezes ficamos focados em nossos problemas, achando que são os maiores que existem, que a nossa dificuldade é maior do que um colega ali do lado. Ou que somos mais sortudos que alguém.

A vida possibilitou a conhecer algumas pessoas nos terminais de ônibus, já conheci mãe de presidiário, um senhor que sempre gabava-se de ter trabalho no porto e conhecido Deus. Uma senhora de 94 anos que cuidava da irmã, pessoas que trabalhavam em cozinha uma costureira que depois de anos resolveu fazer uma faculdade, gostaria de ter reconhecido o quanto essas histórias são importantes e ter anotado. Tantos conhecidos, fizeram eu parar e  olhar em volta, quantas pessoas estão no nosso redor, muitas vezes julgamos, porém nem fizemos a menor ideia do que ela pode ter passado ou vivendo.

Eu acho tão incrível conhecer pessoas ‘aleatórias’ no dia-a-dia, acrescenta algo, jogar conversa fora com alguém que provavelmente nunca mais veremos, saber um pouquinho sobre. As vezes nós  fechamos e deixamos de conhecer histórias e trajetórias.

Na correria, não observamos quantas pessoas passam pelo nosso caminho, olhar em volta é um exercício para deixar um pouco o egoismo e aprender a ver a diversidade de pessoas em que passam em nossas vidas, mesmo por minutos.

Anúncios

2 comentários sobre “Ao redor

  1. Johann Hemmer disse:

    Existe uma palavra em inglês que traduz muito bem seu sentimento: “sonder”; e significa ” a percepção que cada transeunte aleatório está vivendo uma vida, tão vívida e complexa como sua própria—populada com suas próprias ambições, amigos, rotinas, preocupações e loucuras—uma história épica que continua invisivelmente ao seu redor como um formigueiro se alastrando profundamente sob o solo, com passagens elaborado para milhares de outras vidas que você nunca saberá que existiram, na qual você pode aparecer uma vez, como um pequeno sorvo de café no fundo, ou um borrão no meio do tráfego da rodovia, ou um janela iluminada a noite”.

    Quando aquele cara demora muito pra fazer o pedido naquele restaurante de fast food, ele é somente um estorvo, um simples peão elegido pelo universo para complicar a sua vida e te atrasar. Mas quando você demora para fazer seu pedido, bom, é diferente, não é? O funcionário não te entendia; ou você tinha só esquecido onde estavam as moedas; ou talvez só estava demorando por causa daquela dor de cabeça que foi culpa daquele seu chefe, que também é só uma peça no jogo da vida, que existe somente com o propósito de infernizar você. Cada vida é tão complexa quanto a nossa, e por este mesmo motivo, nos consideramos individualmente mais complicados do que os outros, únicos.

    Curtido por 1 pessoa

    • Estante amarela disse:

      Temos que abrir um pouco a mente e perceber o quão complexo cada ser é, e parar de nos acharmos tão especiais. Começar a respeitar mais os seres em nossa volta, que os problemas não são unicamente nossos. Pensamos que nós somos seres com problemas ou felicidades maiores, a questão é cada um consegue suportar o problema que tem, e principalmente, a forma como enfrenta eles.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s